Dica Esporte Colider : Cuide de sua saúde, faça atividades fisicas!!!

Peixotense Bombinha foi uns dos destaques no empate do Comercial contra o Corinthians

segunda-feira, março 19, 2012


Elionar Bombinha, foi uns dos destaques da equipe do Comercial de Ribeirão Preto contra o Corinthians, o atleta foi apodando na transmissão  da Band o potencial do atacante, elogiado pelo comentarista Neto. Bombinha viveu a sua infância em Peixoto de Azevedo, disputou vários campeonatos municipais e era da escolinha de base, quem não se lembra antes de ser tornar um profissional de futebol, Elionar foi entregador de talão de Energia da Cemat de Peixoto, outra grande virtude do atleta que ele sempre que está de ferias visita os amigos e seu técnico na época da escolinha, Cabo Jorge que trabalha na Secretaria Municipal de Esportes e Lazer Peixotense.

O jogo 

O Corinthians não é mais o líder do Campeonato Paulista e nem conseguiu derrotar o lanterna da competição. Ainda assim, o empate por 3 a 3 com o Comercial foi bastante comemorado na tarde deste domingo, no Estádio Palma Travassos. Os jogadores considerados reservas de Tite (os titulares foram preservados para a Copa Libertadores da América) perdiam por 3 a 1 até os 44 minutos do segundo tempo.

A suada igualdade não evitou que o Corinthians perdesse a liderança do Estadual para o Palmeiras. O time alvinegro tem os mesmos 31 pontos do São Paulo, que venceu clássico com o Santos, enquanto o alviverde passou a somar 32 depois de ganhar da Ponte Preta no sábado. O líder e maior rival será justamente o próximo adversário corintiano, no domingo de 25 de março, no Pacaembu. Já o Comercial tem agora 8 pontos e enfrentará a Portuguesa um dia antes, no Canindé.

Antes de se preocupar com o clássico com o Palmeiras e com a ponta da tabela do Paulistão, contudo, o Corinthians terá pela frente a sua prioridade na temporada, a Libertadores. O confronto dos titulares corintianos com o Cruz Azul, do México, será na noite de quarta-feira, também no Pacaembu.

O jogo – Os reservas do Corinthians começaram a partida com a disposição de quem atuava em casa. Com o apoio de boa parte do público no Palma Travassos – e com as orientações de Tite, que berrava tanto quanto os mais empolgados torcedores –, os jogadores experientes do time assumiram a missão de liderar os novatos. A bola passava com frequência pelos pés de Emerson, Willian e Douglas.

O Comercial, verdadeiro dono da casa, não se assustou com as investidas iniciais do Corinthians. Promoveu um rodízio de faltas para conter o ímpeto do adversário nos primeiros minutos de partida e passou a apostar em chutes de longa distância e cruzamentos na área. A estratégia satisfez o até então comedido técnico Geninho à beira do campo.

Emerson, então, roubou a cena em Ribeirão Preto. Acertou o travessão duas vezes consecutivas, uma em um chute forte após assistência de Willian e outra em uma arrancada em velocidade, e lamentou-se bastante pelas chances desperdiçadas quando o árbitro Alessandro Darcie paralisou a partida para os atletas se reidratarem, aos 20 minutos.

O Comercial não demorou muito a responder. Elionar Bombinha também mandou a bola no travessão com uma cabeçada, aproveitando cruzamento da direita. E, aos 31 minutos, o atacante ajeitou para Elton bater de fora da área, acertar o canto e abrir o placar. Radiante, o jogador correu quase o campo inteiro para comemorar. “É para Cuiabá!”, gritou, para uma câmera de televisão.

A festa do Comercial se transformou em reclamação quatro minutos depois. Douglas bateu falta na área, e Elton caiu. O árbitro assinalou pênalti para o Corinthians, para revolta dos donos da casa. Era a oportunidade de Emerson finalmente anotar. O Sheik contrariou a ordem de Tite, que havia indicado Willian para a cobrança, e bateu com categoria para igualar o jogo.

Logo no princípio do segundo tempo, entretanto, o Comercial voltou a ficar à frente no marcador. Aos seis minutos, Rafael Tavares cabeceou a bola na trave depois de cobrança de escanteio. O veterano zagueiro Fabão ficou com o rebote e estufou a rede. Aos 14, quase o terceiro gol: Elionar Bombinha chegou a acertar a cabeçada para dentro, porém em posição de impedimento.

Arte GE.Net

Como o Corinthians jogava mal e não conseguia reagir, Tite colocou Bill e Vitor Júnior nas vagas de Elton e Willian. Não surtiu efeito. Mais organizado em campo, o Comercial ampliou. Aos 32, Marcelo Ferreira ficou com a bola, mal afastada por Marquinhos em cruzamento da esquerda, e empurrou para o gol. Foi o suficiente para a torcida da casa gritar “olé”.

Era cedo para subestimar o Corinthians. Aos 44 minutos, Gilsinho (que havia substituído Cachito Ramírez) renovou as esperanças dos visitantes ao cabecear para o gol após cobrança de escanteio. E, aos 47, Ramon tirou proveito de uma jogada de Bill seguida de falha do goleiro Alex Santana para empatar.

Era cedo para subestimar o Corinthians. Aos 44 minutos, Gilsinho (que havia substituído Cachito Ramírez) renovou as esperanças dos visitantes ao cabecear para o gol após cobrança de escanteio. E, aos 47, Ramon tirou proveito de uma jogada de Bill seguida de falha do goleiro Alex Santana para empatar.
Share this Article on :

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SUA MENSAGEM!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campeonatos

Braileiro Série-A Braileiro Série-B Copa Sul-americana Eliminatórias Copa 2014 Outras tabelas Motor
Fórmula 1Fórmula IndyStock Car São Silvestre

Sites Esportivos:

 

© Copyright ESPORTE COLIDER 2010 -2011 | Design by Bruno Alencar | Published by 99674376 | Powered by Blogger.com.